Workshop Inclusão Alimentar na Escola

Hoje estivemos na escola All4Kids em Recife para compartilhar um pouco do nosso conhecimento e provocar reflexões profundas sobre o tema inclusão alimentar nas escolas. .

A gente via o olhar de cada uma daquelas que estavam lá, em busca de uma melhor qualidade de vida para os seus filhos e para os seus alunos com alergia alimentar. Quanto zêlo, cuidado, amor por cada um daqueles que passam por lá. Percebemos isso só de estarmos algumas horinhas presente. Foi um momento super especial, parabéns pela iniciativa da escola em nos convidar.

Para ajudar efetivamente alguém com alergia alimentar é preciso estarem alinhados: família, equipe de saúde e também a sociedade como um todo. Essas figuras precisam se respeitar, conversar, acolher uma à outra, só assim a realidade de um filho, um paciente, um aluno com alergia alimentar pode melhorar. .

Os problemas enfrentados pelas famílias de alérgicos são muitos. Quando recebemos um diagnóstico de alergia para um filho, muitos podem pensar que a solução é simplesmente excluir o alimento da vida da criança que tudo estará bem resolvido, mas sabemos que na prática não é bem isso o que acontece. As dificuldades que surgem são inúmeras e para citar algumas, muitas pessoas passam a enfrentar:

— Isolamento / Solidão

— Divórcios e intrigas

— Bullying — Sentimento de Culpa

— Sobrecarga do Cuidador

Muitas vezes conseguimos manter a integridade física da criança (o que é bem mais fácil de ser resolvido), mas a questão emocional tanto dela quanto dos outros membros da família fica prejudicada. .

Mas juntos podemos auxiliar estas pessoas que vivem a realidade da alergia alimentar em seu dia a dia.

A internet não nos permite DEIXAR DE INCLUIR, já que com um único clique encontramos receitas variadas, de comida especial a massinha de modelar caseira sem glúten, leite, ovos , corantes.

Da esquerda para a direita: Carol do blog Rá Ré Ri Ro Rua! , Débora, psicóloga da escola e Bruna, mamãe de alérgico

Um telefonema, um abraço, um carinho: “Oi, estou aqui. Você pode contar comigo. Está precisando de alguma coisa?”.

No final das contas tudo isso não se resume a comida, ou a falta dela, mas à capacidade de nos colocarmos no lugar do outro para mudar o mundo.

Obrigada por me “ouvirem”.

Se quiserem um workshop igual a esse na sua escola ou na do seu filho, deixa aqui nos seus comentários que podemos combinar.

Beijos carinhosos,

Ju Jordán

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s