A Volta à Alergologista: Novidades no Tratamento 

Ontem estivemos pela segunda vez na Alergologista da Mila. Os exames que a médica solicitou ficaram prontos e voltamos nela para receber as orientações quanto ao tratamento e nova conduta com relação à alimentação. 
Infelizmente o resultado dos exames mostrou um panorama não muito positivo. Mila que tem alergias mediadas por IGe, tiveram seus índices aumentados (caseína, lacto, beta, assim como as proteínas do ovo). Fizemos também pela primeira vez o exame para a castanha do caju, para a banana e para o mamão, todos “positivaram”,  ratificando a hipótese de alergias múltiplas na pequenina.  

Todos os exames que foram solicitados na ocasião pela médica alergologista.


Depois de anotado todo o histórico da pequena (na primeira consulta) e agora com o resultado dos exames em mãos, a médica nos deu a seguinte orientação com relação à alimentação da Camila:

— Mesmo com relato de reações com a soja, mas como eram apenas de desconforto e não de risco de vida (para esta caso ela apresentou diarréia quando consumiu soja, mas nada grave), os exames mostraram que se Mila ainda persistir com alergia à soja, pelo menos não será mediada por IGe (o risco de anafilaxia é quase inexistente para este caso). Eu inclusive já estou consumindo soja de vez em quando (molho shoyo junto com sushi e Mila não apresentou qualquer reação). 

Por isso, a Dra. nos pediu para testar este alimento (oferecer leite de soja, iogurte de soja, etc) e se possível incluir como mais uma opção nutricional para ela. 

— A mesma coisa com batata doce, porém, como as reações de Mila eram placas vermelhas na região do pescoço para esta proteína, eu confesso que estou um pouco mais apreensiva com este teste.

As placas vermelhas são um tipo de reação que está ligada ao risco de choque anafilático. Ainda mais sendo na região que surgiram na minha filha. Porém, se persistirem as alergias, pelo menos não será do tipo mediada por IGe. Por isso, prosseguiremos com coragem! Caneta de adrenalina na mão e vamos ao teste.

exame mostra que Camila nao tem alergia à batata mediada por IGe.
Mila apresentava reações deste tipo quando consumia batata doce e abobrinha.
— Continuar excluindo da dieta da pequena: leite e seus derivados, ovo, todos os Nuts (amendoim, castanhas, nozes, macadâmia, avelã…), banana, mamão e kiwi. Além disso, evitar os corantes e conservantes. 

Com relação ao leite e ao ovo eu já imaginava. 

Os Nuts foi uma opção da médica em evitar que ela se sensibilizasse mais, já que apresentou exames “positivos” com castanha de caju  e amendoim (alergia mediada por IGe). Então ela me pediu para retirar da dieta da Mila todas as oleaginosas. 

Mila apresenta reações à castanha de Caju inclusive através do comsumo via Leite Materno (Diarréia feia).

Já no caso da banana, do mamão e do Kiwi, a opção por continuar não oferecendo à Mila foi porque estas proteínas fazem reação cruzada com o látex. Como as reações dela foram muito violentas ao consumir o mamão e a banana (vomitou em jato 14/16 vezes 2 horas após a ingestão), a Dra. desconfia de alergia a látex. Mila até hoje nunca comeu kiwi por causa disso (uma seguidora me alertou e preferi não oferecer a fruta). 

— A minha dieta para continuar amamentado a pequena: igual à da Mila, menos para o caso das frutas que ficaram liberadas para mim (observando as reações nela e estando ok, posso prosseguir). 

A Dra. acha que podemos repetir os exames daqui a um ano. Até lá manter a dieta dessa maneira. 

A Gastro da Mila já tinha me alertado que a minha filha tinha chances de melhorar entre os 3 e 5 anos de vida dela. Comentou até que 3 era uma idade “mágica” e muitos casos com crianças de alergias mais persistentes ficavam “curadas” nesta data. Porém poderia ser que demorasse um pouco mais e só com 5 aninhos teríamos maiores chances dela adquirir a tolerância oral. Por isso, eu já estava preparada. A Alergologista confirmou a suspeita da Gastro, mostrando sob o meu ponto de vista que estamos no rumo certo para o tratamento da pequena.

Estamos bastante confiantes no tratamento e sinceramente adaptadas à dieta. Por enquanto Mila não vai à escola, o que me deixa mais tranquila. Quando inicia a escolinha surgem novos desafios, por isso, estamos deixando ela crescer mais um pouco e provavelmente a matricularemos com 3 anos. 

A opção pelo leite de soja como mais um aporte nutricional me deixou um pouco insegura e por isso vou buscar ajuda com a nutricionista da Mila. Ela já tem 2 aninhos, mas não sinto que está pronta para o desmame. Porém, talvez se ela conseguir consumir o leite de soja sem prejuízos para a saúde, ajude neste processo. Mas não estamos com pressa alguma, faremos tudo no tempo dela e também no meu, afinal, eu mais que amo amamentar. 

Então foi isso, pessoal. Apesar do resultado estamos com o coração tranquilo. 

Agora preciso mais do que nunca colocar a cabeça para funcionar e inventar uma receita de sorvete cremoso sem leite, banana nem emulsificante, e que esteja digno da minha pequena provar, já que ela volta e meia me solicita: “mamãe, vamos comer sorvete?!”. 

Por eles fazemos TUDO!

Beijos,

Ju Jordán 

Anúncios

13 comentários sobre “A Volta à Alergologista: Novidades no Tratamento 

  1. De mt ajuda seu post, meu bebe tem 5 meses e é alérgico a proteína de leite de vaca e acredito q a soja tb. sou sua seguidora e por aqui vou buscando mais informações. bjs

    Curtir

  2. Oi Ju! Eu também tenho um filho muito alérgico, o Rafael. Ele é alérgico a proteína do leite, banana, tem muita alergia de contato. Até hoje, ele tem 1 ano e 6 meses, ele só usa sabonete GH e creme Cetaphil ou neutrogena. Toda vez que tentei outro produto ele teve reação. Nunca dei para ele castanhas, amendoim, então não sei se ele tem alergia. Ovo, graças a Deus ele não tem. Também fazemos tratamento com alergista, o que está ajudando muito. Ele também ainda não vai à escola, tenho muito de medo de piorar as alergias, também vou esperar ele fazer 3 anos. Fico admirada que você ainda consegue amamentar com tanta restrição alimentar. Eu amamentei o Rafa até 1 ano e 1 mês, aí não consegui mais, fiquei pesando 39 kg… Sofri muito para desmamar, chorei, me achei a pior mãe do mundo, mas meu corpo não aguentava mais… Parabéns, você é uma ótima mãe! Queria que você morasse na minha cidade para encomendar suas comidinhas para o Rafa! Tenho muita dificuldade para conseguir coisas diferentes para ele. Agora para o aniversário de 2 anos vou tentar comprar doces, bolo e salgadinho sem leite para ele, já estou pesquisando. Ah! Quando conseguir um sorvete sem leite me passa a receita! Beijo

    Curtir

    1. Oi Silvia,
      A nossa “luta” é mais comum do que imaginamos! Muitas mamães, assim como a gente, passam por situações muito parecidas com a nossa. Isso de certa forma conforta a gente, né?! E ver que a maioria dos bebês fica curado ou plenamente adaptado.
      Com relação à amamentação eu tive e tenho acompanhamento com uma nutricionista. Também emagreci que só, mas pelo menos estou saudável e meus últimos exames comprovam isso. ♥️ Imagino como você deve ter se sentido na ocasião, mas tenho certeza que fez o melhor pelo seu pequeno e por você. Não adianta um bebê amamentado e a mamãe fraca ou desnutrida, né?!
      Na festinha do Rafa espero que você consiga encomendar por aí e o que não conseguir que as minhas receitas possam ajudar de alguma forma.
      Beijão

      Curtir

  3. ela pode manga ju? Pode congelar a manga em cubos e depois bater no processador com um pouquinho de gengibre! vc pode fazer uma calda derretendo o chocolate que VC usa como um pouquinho de óleo de coco (é só pra deixar o chocolate mais lis lisinho , portanto é opcional). Quando o chocolate derretido bater no sorvete vai ficar crocante! da pra fazer em formato de picolé tb. É só depois debater a manga colocar na forma de picolé pra endurecer.

    Curtir

    1. Oi Claudia! Que ideia bacana… Obrigada. Mila pode manga sim! 🙏🏼 Eu estou caçando a receita de um sorvete cremoso, porque picolé fica mais fácil né?
      Me falaram de uma máquina de sorvete e estou até pensando em comprar! ♥️♥️♥️😀😀😀 beijão é muito obrigada pela dica

      Curtir

  4. Oi Ju! Me admira como você encara as coisas! Queria ser assim, porém ando muito nervosa e irritada com a situação, não todos os dias, mas hoje é um dia desses. Obrigada por compartilhar conosco e mostrar que sim, há uma luz no fim do túnel! Aqui na cidade falta muito os ingredientes, hoje fui refazer meu estoque e não achei nada, ou seja, passar fome no fim‑de‑semana 😞
    Desejo tudo de bom pra vcs e que essa nova fase de testes seja vitoriosa!
    Gente!!! Eu só engordo e olha Q não como quase nada 🙄😭

    Curtir

  5. Boa Noite Jú, realmente é muito complicado só quem passa sabe é muito fácil julgar e falar do que não sabe. Sei que tem outras coisas piores a serem enfrentadas diante de outros problemas isso não é nada. Emagreci muito cada vez que visto minhas roupas bate um desespero por estar emagrecendo muito. Mais eu sei que isso logo,logo vai passar. Porque eu confiou em um Deus que jamais me abandonou. Diante de tudo que tive na gravidez essa alergia dela é o de menos. Tive catapora com 12 semanas. E com 15 semanas manchei o corpo e tive febre. Mais não sei ao certo o que tive. Então agradeço a Deus por tudo porque poderia ser pior, mais Deus mais uma vez me protegeu. Parabéns pelo seu blog. Beijos Boa Noite!

    Curtir

  6. É admirável a maneira como você encara as alergias da sua pequena. Parabéns por ser essa mãe tão dedicada!! O que a gente não faz por amor aos nossos anjinhos né?!! Meu filho também é alérgico, mas apenas à proteína do leite e, no caso dele, a alergia é a não mediada. Ele tem 8 meses e recentemente fez quase todos esses exames que a Mila fez.. Infelizmente eu tive que parar de amamentá-lo há uns 20 dias, voltei a trabalhar recentemente e, como eu moro em uma cidade (Jundiaí – 60 km de SP) e trabalho em SP, eu não tenho como levar comida para o trabalho, comecei a almoçar em restaurante e, mesmo sendo bem criteriosa com o que eu escolhia no buffet, ele começou a ter reações alérgicas (dermatite, diarréia, vômitos)… Fiquei muito chateada, chorei horrores e só agora estou começando a aceitar essa “novidade”. Torço para que nossos pequenos logo logo fiquem livres dessa coisinha chata que faz parte da vida deles. Beijão.

    Curtir

    1. Olá Cleo, obrigada pela lembrança. Foi muito gentil da sua parte! O tratamento de dessensibilização, até onde sei, é indicado para as crianças que não apresentam mais indícios de que vão adquirir a tolerância oral naturalmente. Espero não precisarmos dele, mas se for o caso faremos também. 🙏🏼😘

      Curtir

  7. Oi Ju.
    Meu nome é Fernanda e sou mãe da Mari de 2 anos e meio. Ela tem aplv
    Conheci hj seu site e amei. Sempre me senti muito só nesse mundo de alergias e ultimamente tenho feito parte de grupos que tem nos ajudando muito. Seja com receitas ou com dicas de produtos sem leite.
    Parabéns pela sua garra e acima de tudo pela sua fé. Tb creio q a Mari será curada e enquanto isso não acontece arregacemos as mangas. Rs
    Queria saber de onde vc é. A alergista da Mari, por mais que saiba da sua alergia alimentar, tem focado o tratamento na alergia respiratória, que na vdd é decorrente da alimentar. Então acabamos não focando na causa.
    Enfim, estou numa busca árdua por um bom alergista, gastro e nutricionista. Moro em Niterói, Rio de Janeiro.
    Seria maravilhoso se vc tb fosse do Rio. Rs
    Obrigada!
    Bjs

    Curtir

    1. Olá Fernanda.
      No começo nos sentimos muito sozinhas mesmo. Dá uma sensação de que não existem pessoas passando pelo mesmo que nós. Na rua as pessoas acham que somos ETs quando perguntamos os ingredientes exatos dos alimentos, ou no mínimo acham que queremos saber o segredo da receita! Mas depois encontramos tanta gente boa pelo caminho e não enxergamos tanto mais as dificuldades, né?!
      Nós somos de Recife. Mas sabemos de uma Alergologista muito boa de Campinas _ SP – Dra. Ariana. Você já ouviu falar?
      Aqui em Recife temos um excelente acompanhamento, mas caso mila um dia precise de dessensibilização, vou correndo para ela.
      Força e espero que você encontre um profissional em que confie para seguirem com o tratamento.

      Beijo enorme
      Ju

      Curtir

  8. Olá Jú!!
    Minha pequena tbm tem alergias múltiplas… 😦
    Mas vamos seguindo na luta! Parabéns pelo emprenho!! A busca por receitas alternativas é constante aqui tbm!
    Uma dica sobre o sorvete: açaí!!! 🙂
    A minha sempre me pede tbm…e dá uma peninha ela não poder comer…aí sempre que ela pede eu digo, “claro! vamos comer sorvete de açaí!” Ela adora!
    Bom, isso é, se a Mila puder comer açaí, claro!
    Bjs, e tudo de bom pra vcs!! ;*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s